terça-feira, dezembro 07, 2010

Teste de carga

Testes de carga são imprescindíveis, porém raramente são feitos, pelo menos por onde passei. O resultado? Desastroso. Memory leaks, performance de cágado, bugs de concorrência, isso é o que me ocorreu agora. Mas tenho visto outro problema que testes de carga em geral não consideram, a base de dados. Não são poucos os sistema que entram em produção funcionando muito bem e, dia após dia, vão ficando lentos, lentos, até ficarem insuportavelmente lentos e... leeentooos. Investigando-se a causa, um índice que precisa ser criado ou um join malfeito, problemas que só apareceram depois de muitos registros inseridos na base. Quanta dor de cabeça poderia ter se evitado com testes de carga nas bases de dados...

2 comentários:

Bicalho disse...

Isto ocorre por falta de planejamento... Muitas vezes o teste é visto como mais um devorador de prazos! E se é para "perder" tempo, é melhor perder testando do que planejando.
Infelizmente o prazo é mais importante que o produto.

Marcela disse...

O "X" da questão é bem o que o Bicalho falou... o principal requisito do projeto é a data de entrega... lamentável, isso acontece em todos os lugares e ninguém percebe o problema (ou não quer ver)!

As vezes até tem teste de carga, insere, insere, insere dados... só pra ver se o aplicativo que dá carga está legal, mas esquecem de pegar um BD com milhões de registros pra testar os relatórios... hum, os relatórios...

Pesquisar este blog